Croácia vence com gol no final e garante 100% na primeira fase

Peter Frontini

Com a primeira colocação do grupo D praticamente já garantida a Croácia veio a campo contra a Islândia com apenas 2 titulares, Modric e Perisic. A equipe só perderia a liderança caso fosse derrotado pela a Islândia e a Nigéria vencesse a argentina por um placar elástico.

O time croata controlou a posse de bola em todo o primeiro tempo, chegando a 75%. Mas isso quase não resultou em ações de ataque. Apesar da necessidade de vitória, para se manter viva na Copa do Mundo, a seleção islandesa só começou a atacar perto dos 30 minutos, com duas cabeçadas de Magnússon. Na sequência, o goleiro Kalinic fez boa defesa em falta de Sigurdsson.

Aos 40, Finnbogason rouba bola de Badelji perto da área, tabela com Sigurdsson e chuta baixo, passando a esquerda do gol croata, na melhor chance do jogo até então. Já nos acréscimos, a Islândia tem mais duas chances, com chute de Bjarnason parando na barreira e na sequência, Kalinic fez belíssima defesa no chute colocado de Gunnarson.

Apesar de não conseguir o gol, o time islandês desceu para o intervalo com desempenho muito superior à equipe reserva da Croácia. Mesmo com a vitória parcial da Argentina no outro jogo do grupo, bastava apenas vencer pelo placar mínimo para conseguir a classificação.

A esperança da torcida islandesa não durou mais do que 5 minutos no segundo tempo. Primeiro Badelji acertou o travessão e um minuto depois, após cruzamento, chegou chutando na marca do pênalti e faz 1 a 0 para a Croácia.

A Islândia não desistiu e voltou a atacar seu adversário. Logo após o gol, teve duas chances de cabeça com o zagueiro Ingason, ambas passando em cima do gol. Aos 28, Bjornasson recebe cruzamento sem marcação na área, mas não consegue acertar o chute.

Um minuto depois, a bola bate na mão de Lovren na área e sem necessidade do VAR é assinalado o pênalti. Sigurdsson cobra no ângulo direito e deixa tudo igual.

No outro jogo da rodada a Argentina faz seu segundo gol e deixa novamente a Islândia a apenas um tento de estar classificada.

Os vikings então se lançam ao ataque em busca do sonho da classificação, mas são recebidos por um balde de água fria. Aos 44, após contra-ataque, Perisic recebe na área e fuzila a meta do goleiro Halldórsson, encerrando a participação da Islândia em sua primeira Copa do Mundo.

O heroico empate com a Argentina não fez jus ao resto da campanha islandesa, que não venceu nenhum jogo no grupo D. Já a Croácia, mesmo com o time quase todo reserva venceu mais uma e entra como favorita para enfrentar a Dinamarca pelas oitavas de final.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s