Alemanha dá vexame e é eliminada na primeira fase

Peter Frontini

Após a heroica virada para cima da Suécia no jogo anterior, a Alemanha tinha uma missão simples, vencer a, praticamente eliminada, Coréia do Sul e se classificar para as oitavas de final. Mas como já havia acontecido em seus outros dois jogos, o domínio da posse de bola não foi suficiente para furar o bloqueio coreano.

Já o time asiático apostava no contra-ataque e vinha sendo mais efetivo nisso. A primeira grande chance foi aos 19 minutos, quando Neuer não conseguiu segurar falta de Jung e quase entrega o gol para o time coreano. Pouco depois, voleio de Son passou a direita do gol.

A atual campeã do mundo só chegou com perigo aos 39, quando Hummels agindo como centroavante, cortou o defensor asiático dentro da área e chutou fraco para defesa de Cho Hyun-woo. Apesar de ser bem mais presente no campo de ataque, a Alemanha desceu para o intervalo sem oferecer ameaças à meta coreana.

Logo aos 2 minutos do segundo tempo, Goretzka, titular no lugar de Muller, cabeceou livre para ver novamente o goleiro coreano fazer bela defesa e evitar o gol da equipe europeia. Na sequência, Timo Werner manda bomba à esquerda do gol.

Daí em diante, já com a notícia da vitória parcial da Suécia em cima do México, o time alemão não saiu mais do ataque. Tocava a bola na frente dos defensores coreanos, mas não possuía a mesma velocidade e criatividade de 2014 para chegar ao gol. Ainda assim, bastava uma vitória simples para a Alemanha ultrapassar o México e assumir a segunda colocação.

Com 6 minutos de acréscimos e o time todo no ataque, parecia que o gol alemão sairia no sufoco novamente. Mas foi o oposto que aconteceu. Logo aos 46, após confusão na área o zagueiro coreano Kim, completa para o gol. O juiz pede auxílio do árbitro de vídeo e confirma que o passe para o jogador, que estava em posição irregular, havia sido feito por Kroos, validando o gol coreano.

Em um último suspiro a Alemanha se lança para frente, com Neuer jogando no campo de ataque, mas ele é desarmado por Ju Se-Jong, que lança para Son, sozinho, ampliar o placar para o time asiático. Um fim trágico para o goleiro que foi tão elogiado por jogar com os pés.

Com a derrota, a seleção alemã ficou em último lugar no grupo F e manteve a tradição de o atual campeão ser eliminado na primeira fase do torneio seguinte. A Coréia do Sul, também foi eliminada, mas conseguiu o objetivo de vencer o jogo e não sair com três derrotas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s